Blog

cortar despesas melhorar saúde financeira

O que fazer para cortar despesas e obter saúde financeira?

Se perguntarmos por aí quem deseja alcançar a estabilidade financeira e viver com mais tranquilidade, certamente ninguém daria uma resposta negativa, não é mesmo? Entretanto, quando o assunto passa a ser a necessidade de cortar despesas, a situação já muda bastante.

Exercer maior controle sobre os gastos é uma grande dificuldade para muitos brasileiros. E, infelizmente, não há como ter sucesso no planejamento financeiro sem aprender a fazer isso.

Então, que tal mudar seu pensamento e realidade agora mesmo? Confira nossas dicas a seguir e aprenda a cortar despesas para obter saúde financeira!

Analisando as contas

O segredo para o equilíbrio das suas finanças pode ser descoberto facilmente com esse primeiro passo simples: a análise das contas. Observar com cuidado o padrão de gastos que você tem atualmente é a melhor maneira de descobrir o que está acontecendo com seu dinheiro.

E o melhor: descobrindo isso, é possível saber o que pode fazer para melhorar sua saúde financeira e ter mais grana sobrando. Não é ótimo?

Não existe nenhuma mágica por trás disso, é apenas a lógica de entender que somos os responsáveis diretos pelo que acontece em nosso orçamento.

Ou seja, se o seu salário não dura até o final do mês, é preciso encontrar o que está havendo de errado ao longo desse período. Você pode não conseguir identificar gastos grandes que justifiquem essa realidade mas, com certeza, são suas escolhas diárias que explicam esse fenômeno.

Então, analisar suas contas e entender melhor seu orçamento mensal são passos essenciais para construir uma relação mais saudável com as finanças. E isso se torna possível somente quando se conhece todo o dinheiro que entra e sai da sua conta bancária ou do seu bolso.

Existe, inclusive, uma ferramenta fundamental para lhe ajudar nesta tarefa. Estamos falando do DRE.

Entendendo o DRE

O DRE – ou Demonstrativo de Resultados do Exercício – é a melhor ferramenta para ajudar você a controlar melhor seu orçamento, conhecer suas receitas e despesas e analisar as contas.

O nome pode assustar, mas esse recurso é muito simples, na verdade. Ele consiste em registrar suas movimentações financeiras para saber exatamente de onde está vindo e para onde está indo todo o seu dinheiro.

O DRE é uma ferramenta que mostra o que aconteceu com o seu orçamento em determinado período. Por isso, ele é indispensável para quem deseja fazer um planejamento financeiro e aprender a cortar despesas.

Afinal, como você vai decidir o que cortar, se nem conhece seus gastos?

Para montar um DRE basta fazer um levantamento das suas fontes de renda e das despesas (tanto dívidas quanto gastos diários). Depois de passar 30 dias anotando tudo, será possível entender seus comportamentos financeiros e pensar em formas de fazer escolhas mais conscientes e saudáveis no futuro.

Essas anotações cotidianas podem ser feitas em uma agenda ou em uma planilha financeira preparada especialmente para isso. Também existe a opção de usar um aplicativo de controle financeiro para registro mais prático.

Depois, é só capturar as informações de lá e organizar seu DRE.

Cortando despesas

Tendo seu Demonstrativo de Resultados do Exercício em mãos, chega a hora da verdade! Essa simples ferramenta é capaz de responder de uma vez por todas para onde está indo o seu dinheiro e o que está ocorrendo com suas finanças.

Se o dinheiro falta no final do mês, a resposta obtida por meio do DRE, provavelmente, não será agradável.

Afinal, você descobrirá que suas decisões não estão alinhadas com o padrão de vida que sua renda proporciona (se estivessem, o salário renderia bem mais). Analisando o DRE é possível perceber que as compras por impulso estão sem controle ou que os gastos com lazer passaram dos limites.

Da mesma forma, talvez você perceba que os custos com aluguel ou parcela do carro ficam um pouco acima do que o seu orçamento permitiria. Esses são só alguns exemplos de situações que podem gerar desequilíbrio financeiro.

Mas como saber quais despesas devem ser cortadas? Primeiro, é importante destacar que a economia deve ser feita de modo inteligente.

Ou seja, não adianta sair excluindo todos os gastos com lazer, compras, etc. É preciso eleger prioridades e diminuir os custos sem perder qualidade de vida.

Que tal começar avaliando quais dos gastos mostrados pelo DRE são fundamentais para você e quais poderiam ter sido evitados ou adiados? Depois, pense no seu estilo de vida e organize os custos de acordo com suas prioridades.

Fazendo isso, fica mais fácil decidir como economizar. Isso porque você saberá, por exemplo, que vale a pena maneirar nas compras de roupas ou acessórios para que sobre mais dinheiro em categorias mais importantes para você (como transporte, lazer, academia, etc).

Reduzindo as prioridades

Além disso, uma dica muito interessante é ficar atento aos gastos que, mesmo sendo prioritários, podem ser reduzidos. Alguns exemplos:

  • Economizar no combustível participando de promoções de fidelidade;
  • Procurar uma academia ou clube para praticar esportes com melhor custo-benefício
  • Receber os amigos em casa e gastar menos com saídas;
  • Pesquisar bastante e comparar os preços sempre que for comprar um produto.

Tenha em mente que sempre é possível cortar despesas ou ao menos reduzi-las para obter saúde financeira.

Conquistando a saúde financeira

Analisando seu DRE e colocando as orientações de economia em prática você caminhará rumo a uma conquista importantíssima: o equilíbrio financeiro.

Aqui, vale uma reflexão sabia que economizar não é sinônimo de perder qualidade de vida e felicidade? Na verdade, acontece o contrário!

Economizar de forma inteligente é uma maneira de curtir ainda mais e melhor o que o seu salário pode proporcionar. Dessa forma, dá para priorizar os gastos que realmente trazem felicidade e desperdiçar menos dinheiro com coisas que não considera importantes.

Experimente fazer escolhas mais conscientes no seu orçamento e evitar gastos feitos por impulso. Você verá como sua renda vai durar bem mais e sobrará dinheiro na conta.

Essa quantia lhe proporcionará, como consequência, liberdade para fazer novas escolhas financeiras e até mesmo poupar dinheiro para o futuro.

Já pensou que pequenas economias feitas hoje podem garantir aquela viagem que você sonha há tempos, mas nunca acha que vai ter condições de pagar? Todos os sonhos se tornam viáveis a longo prazo, desde que se una o planejamento financeiro às boas decisões cotidianas!

Sem dúvida, montar um DRE e saber como cortar despesas são atitudes que ajudam a colocar as contas em ordem e conquistar mais saúde financeira. E esse objetivo pode não estar tão longe quanto você imaginava.

Siga as nossas dicas e veja as mudanças acontecerem para melhor em sua vida!

E então, gostou deste artigo? Estamos sempre publicando conteúdos interessantes. Assine a newsletter do site e acompanhe!